Este fim de semana, no Rzeszow Rally, na Polónia, o piloto português ficou em nono lugar. Mas ainda há esperança na conquista do título.

Bruno Magalhães (Skoda Fabia R5) perdeu este fim de semana a liderança do ERC, o Campeonato da Europa de Ralis. Depois de ter liderado a competição durante quatro provas, o piloto luso trocou de posição com Kajetan Kajetanowicz, o atual detentor do título, depois de ter ficado em nono lugar no Rzeszow Rally, na Polónia. “Este foi sem dúvida alguma o rali de asfalto mais difícil de toda a minha carreira. Já sabíamos que ia ser assim. Uma prova onde o profundo conhecimento dos troços é vital. A beleza do Europeu de Ralis é isto mesmo. Há provas onde conseguimos ser muito superiores a outros pilotos, mas também há ralis onde eles conseguem ser muito eficazes. Como nunca fugimos aos grandes desafios, fizemos tudo para tentar continuar na liderança. Nós e toda a equipa da ARC Sport que fez um excelente trabalho. Neste tipo de ralis custa muito aprender. Pelo nosso lado, continuamos na luta e, apesar de tudo, esta está a ser uma época fantástica, como nunca sonhámos ter”, comentou o piloto luso, reconhecendo as dificuldades sentidas nesta prova de asfalto.

Apesar deste resultado, está ainda tudo em aberto pois ainda há três provas em disputa e Magalhães acredita que é possível recuperar os 14 pontos de desvantagem que possui nesta altura.

A próxima prova do ERC disputar-se-á de 23 a 25 de agosto na República Checa.

Assine Já

Edição nº 1458
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes